1182 - O SONHO DAS CRUZES
Qua, 16 de Dezembro de 2015 10:05

Um certo homem vivia se queixando dos achaques da vida: “Dizem que Deus dá para cada um a cruz que ele pode carregar. No meu caso creio ter havido um pequeno engano. Assim pensando e assim ruminando, foi dormir e teve um sonho. Viu-se de repente num campo enorme cheio de cruzes de todos os tamanhos, feitios, pesos e donos. Passeando pelas alamedas e vendo tanta variedade de cruzes, pensou em fazer uma troca. Mas, com quem falar? Nisto aparece um anjo a quem fez sua reclamação e expôs seu desejo.- Sim, pode escolher uma cruz à vontade - disse o anjo. O homem, que não esperava tanta condescendência, começou a escolher uma cruz do seu agrado. Experimentava o peso, o acabamento, a aparência de cada uma. Por fim apontou uma dizendo:- Meu bom anjo, acho que esta é do meu gosto.

- Pode levar, disse o anjo -. Mas repare bem. Esta é a cruz que o bom Deus reservou para você. É a mesma que você já está carregando. - Imagine o desapontamento do reclamão.

Lição: Deus nunca dá o que não podemos carregar. Se a cruz se torna pesada, é porque nós a levamos de arrasto. O que torna a cruz pesada, é o sentimento de revolta e inconformidade da nossa parte

 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png