1200 - PROCURANDO A ESPOSA DOENTE
Qua, 06 de Janeiro de 2016 13:46
  1. Foi quase ao anoitecer. O padre missionário estava pregando as santas missões numa cidadezinha do interior de Goiás. Nesse momento ele se achava na pracinha após ter dado alguns avisos pelo alto-falante da igreja sobre o andamento da missão. Um senhor desce do carro, aproxima-se do missionário, cumprimenta-o e faz um pedido:
  2. - O Senhor poderia dar um aviso pelo alto-falante? - - Sim, caso lhe seja útil.
  3. - Sou de Brasília,  a cerca de duzentos quilômetros. Estou procurando minha esposa. Ao voltar do trabalho,  achei falta dela. Perguntei aos vizinhos e me disseram que ela saiu, talvez na direção da rodoviária. Não puderam dizer  mais nada. Ela estava transtornada mentalmente, e em tratamento. Achei que tivesse saído a esmo por aí. Pus aviso na televisão e não esperei o resultado. Aluguei um carro e estou à sua procura. Por isso pedi para o senhor dar esse aviso.
  4. - O padre ficou comovido com a narrativa do homem cuja aparência denotava preocupação e angústia. Explicou-lhe, porém, que o aparelho de som atingia apenas os arredores do lugarejo. No caso dele, pouco adiantaria. Mas iria rezar para encontrá-la. Ele agradeceu e prosseguiu viagem, preocupado mas esperançoso.
  5. Lição: Somente um amor conjugal muito puro poderia mover um homem para sair, somando despesas e incertezas, à procura da sua esposa, além do mais, perturbada mentalmente. Sirva de exemplo para muitos casais desajustados.
 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png