1252 - ELA É FELIZ SEM BRAÇOS E SEM PERNAS
Seg, 07 de Março de 2016 17:15
  • Maria de Fátima Longo nasceu sem braços e sem pernas, como vemos na foto (tirada em 1985), mas desenvolve uma atividade intensa como apóstola de Jesus. Por incrível que pareça, é imensamente feliz. Vive rodeada de amigos e amigas com quem reparte felicidade e alegria de viver. Escreve cartas, faz palestras, mantém-se jovem idealista. Mas... deixemos que ela mesma nos conte um pouco da sua vida: - Sou natural da cidade paulista de Botucatu. Desde os cinco anos fui educada pelos meus avós paternos. Tive uma infância normal com amiguinhos, brinquedos. Aprendi a escrever com o ombro direito segurando o lápis na boca. Estudei. Formei-me professora em 1977.
  • - Tem distrações e divertimentos? – perguntaram os amigos com quem estava conversando,
  • - Sim! Leio bons livros, escrevo cartas, viajo com eles, vou às festas familiares, aos jogos de futebol, ao cinema, participo de brincadeiras...
  • - Tem alguma atuação na paróquia?
  • - É do que mais gosto. Participo das mais diversas atividades religiosas: catequese, celebrações, encontros de jovens, grupos comunitários em geral...
  • - Tem algum complexo com respeito às suas limitações físicas?
  • - Consegui superar qualquer problema. Sou vista na sociedade como uma pessoa normal. Eu me aceito como sou. Sou aceita pelo que sou e não pelo que tenho. Sinto-me feliz e útil. Deus é maravilhoso. Quando nos faltam qualidades físicas ou psíquicas, ele compensa dando-nos outras.
  • A entrevista transcorreu na maior descontração, de ambos os lados. Ao falar sobre suas amizades, sempre sinceras e tranqüilas. Ela se desabafou: - Na sociedade de consumo em que vivemos, até os amigos se comercializam. Os verdadeiros amigos são poucos, mas existem. Eu mesma não posso me queixar. São rapazes e moças disponíveis para sair comigo, ir a um bom divertimento, etc. Por onde passo, as amizades vão se criando espontaneamente, desinteressadamente e mantidas através de cartas. - Continuando, disse ainda: - Minha maior tristeza é presenciar injustiças, ódio, crimes, vinganças, exploração do ser humano, medo da solidão... Minha maior alegria é ser gente, ter fé, amor, família, amigos, Deus no coração, ser sua presença evangelizadora no meio da sociedade.
  • Nota: Se alguem tiver mais informações sobre Maria de Fatímma, favor comunicar para: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .
 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png