1260 - A FOLGA DO PARAFUSINHO
Ter, 15 de Março de 2016 19:43
  1. Era uma vez um parafuso muito pequeno, uma coisinha de nada, que ajudava a prender a chapa de aço de um grande navio, junto com outros parafusos. Certo dia ele se desapertou um pouco para descansar. E o navio continuou navegando normalmente. Então ele pensou: “O que é que estou fazendo aqui? Sem mim ou comigo, o navio continua sua rota. Se eu continuar mais frouxo, ninguém vai perceber”.
  2. E assim fez. Mas aquela chapa, importante para o tanque do combustível, também foi afrouxando e... repercutiu nas diversas engrenagens do navio. O que estaria acontecendo? Só então os parafusos perceberam a causa: Era a “folga” do parafusinho. Ficaram alterados com ele:
  3. - Você, parafusinho folgado! Não percebe que tudo está trepidando e balançando? Você quer que o navio afunde e nós com ele? Aperte-se como nós. É para a salvação de todos.
  4. Ouvindo isto, o parafusinho pediu desculpas, voltou à sua função e nunca mais “se desapertou”. Por isso o navio continua navegando até hoje pelo imenso oceano azul.
  5. Lição: Qualquer ofício ou tarefa, por mais humilde que seja, faz parte integrante da comunidade.

 

 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png