5 - ACOLHEU O FILHO CRIMINOSO
Qua, 30 de Novembro de 2016 09:56

Casados de pouco, logo se desentenderam. Perto de ganhar nenê, ele a deixou. Não estava mais interessado nela, nem no filho. A mãe morreu de desgosto e o menino ficou com os avós. Atingindo a juventude, envolveu-se com más companhias, fugiu de casa, cometeu homicídio, foi preso e julgado. O único documento que tinha no bolso, era o retrato de sua mãe, do qual nunca se apartava: Levem-me para a cadeia, mas não me tirem esse retrato. O retrato foi cair nas mãos do juiz. Viu e empalideceu. Era o retrato de sua esposa que ele abandonara nos primeiros meses do casamento. Emocionado e arrependido, exclamou: - Esse rapaz é meu filho. Que ele me perdoe. Eu sou culpado pelo crime que praticou. Eu é que deveria estar na cadeia. Reformulando a sentença de condenação, determino que o rapaz vá morar em minha casa. Que Deus me ajude a remir o passado, recolocando meu filho no caminho do bem. 

A PALAVRA :- Filho, recorda-te do Senhor em todos os dias da tua vida. Jamais consintas em pecar ou transgredir seus mandamentos (Tb 4,5-8).

> Oração :- Abençoa, Senhor, as famílias. Amém! Abençoa, Senhor, a minha também! (P. Zezinho)

 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png