AS TRÊS PENEIRAS
Sáb, 28 de Janeiro de 2017 09:43

Um rapaz procurou Sócrates para lhe contar um caso. O filosofo ergueu os olhos do livro e perguntou:

  1. - O que você quer contar, já passou pelas três peneiras?
  2. - Três peneiras? Como assim?
  3. - Explico-me. A primeira é a Verdade. O que você quer contar, é um fato? Se apenas ouviu contar, a coisa deve morrer por aí. Suponhamos, entretanto, que seja verdade.Nesse caso deve passar pela segunda peneira que é a Bondade. O que vai contar é coisa boa? Ajuda a construir a fama do próximo?Se, o que vai contar é verdade e coisa boa, falta passar pela terceira peneira que se chama conveniência ou necessidade. Convém contar? É necessário contar? Ajuda a comunidade?Se passar pelas três peneiras conte. Caso contrario, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar a discórdia  entre os irmãos.
  4. O rapaz resolveu não contar. Seu caso iria enroscar em alguma das três peneiras do filósofo.
  5. ·Â Â  Palavra de Deus: Não julgueis e não sereis julgados... (Lc 6,37)
 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png