93. A PACIÊNCIA DIVINA
Qua, 08 de Março de 2017 10:39

Abraão estava sentado em frente à sua tenda, apreciando a tarde. Aproximou-se dele um velho curvado ao peso de cem anos, apoiado num bastão. O patriarca o recebeu afavelmente, lavou-lhe os pés e ofereceu a ceia. Antes de comer, reparou que o homem não invocou a Deus. Perguntou-lhe, pois: - Você adora Deus? Ou quem você adora?

  1. - Eu adoro o fogo. Ele é meu Deus.
  2. Abraão ficou tão zangado que o expulsou da sua tenda. Logo em seguida Deus chamou Abraão e perguntou por que tinha mandado embora o forasteiro.
  3. - Ele não Te adora - respondeu.
  4. - Abraão, disse o Senhor em tom de censura, eu agüentei esse homem durante cem anos, embora me renegasse. E você não pôde suportá-lo nem uma noite, quando nenhum mal te fez?
  5. Abraão, envergonhado, foi chamar o velho, pediu desculpas e o acolheu.

> Palavra de Deus: O Senhor não deseja que alguém pereça. Ao contrário, quer que todos se arrependam (2Pd 3,9).

 

Outros artigos