118 - O GALO DESPERTADOR
Sáb, 01 de Abril de 2017 19:02

Era uma vez uma mulher muito trabalhadeira que tinha duas filhas bem preguiçosas. Todas as manhãs ao cantar do galo acordava as moças: - Já é hora. Vamos preparar o almoço e sair para a roça.Elas achavam que aquilo estava virando exagero:Para que sair tão cedo com esse frio, se a cama está tão quentinha? Se não fosse aquele galo impertinente, a gente poderia dormir mais. Vamos acabar com esse barulhento?Assim confabularam entre si, e assim foi feito. O galo parou de cantar. A alegria durou somente dois dias.Quando a boa senhora percebeu que o galo não cantava mais, perdeu a noção do tempo, pois não tinha relógio e nem leitura. À hora que acordasse, ela despertava as filhas também. Às vezes ainda era meia noite quando a mulher, com a lamparina em punho, gritava:- Está na hora. 

> Palavra de Deus: A porta gira em seus gonzos, e o preguiço se vira na cama... (Pr 26,14).

ORAÇÃO: Senhor! Dá-nos amor ao trabalho, pois, o amor é tempero para tudo.- Que os empregadores se coloquem no lugar dos seus empregados para sentirem também o peso do trabalho...- Que desapareçam os exploradores da mão de obra barata...- Que os sindicatos e movimentos populares sejam guiados pela doutrina do teu Evangelho.

 

Outros artigos