BANDINHA DE LATA
Dom, 30 de Abril de 2017 06:29

“Trovão” era um moleque terrível, tanto na escola como na igreja, dentro de casa e fora na rua. A professora não podia com ele, pois bagunçava tudo, virando as coisas de pernas para o ar.Um dia ele inventou de formar uma bandinha de lata. Todos concordaram. Cada um bolou um instrumento. Rosinha e Carlinhos fizeram chocalho com latinhas de óleo e cerveja. Rita arrumou uma corneta velha. Beto conseguiu um bumbo de verdade. Pelezinho achou no ferro velho uma tampa de latão que fazia um barulho danado. Começaram os ensaios. Aí a coisa enguiçou. Logo no primeiro dia alguns engraçadinhos começaram a avacalhar tudo. Trovão quis organizar mas ninguém o levava a sério, pois era o primeiro bagunceiro. Um batia lata fora de hora, outro marchava errado, aquele outro dava cambalhotas. Só para bagunçar. Aí a Carla, que gozava de liderança perante o grupo, falou forte:- Gente, essa bandinha não é do Trovão. Ela é nossa. Vamos gostar do que é nosso. É preciso ter moral. Quem sai perdendo somos nós.A coisa entrou nos eixos. O ensaio correu  bem.  A bandinha não era só dele, mas de todos. Quem  bagunçava,  prejudicava-se a si e aos colegas. Trovão também aprendeu que a aula não era dele, mas de todos. Por isso parou de atrapalhar.

Oração da Bíblia:”: Quem quiser fazer-se grande no meio de vós, será vosso servidor... (Mt 20,26).

ORAÇÃO: Senhor, eu não estou sozinho no mundo, não sou o dono e nem o centro das atenções. Que eu respeite quem dorme, que sofre num leito de dor, quem trabalha, quem estuda e mesmo quem se diverte. Que eu respeito os menores do que eu. Amém. 

 

Outros artigos