169 – ASSALTANTE INEXPERIENTE
Qua, 24 de Maio de 2017 18:53
  1. Seu Leandro precisou sair no quintal para buscar um par de sapatos que deixara no alpendre, quando divisou uma sombra que se esgueirava furtivamente por entre as árvores. Estranhou aquele vulto misterioso no quintal a essas horas da noite, quando todos de casa já se haviam recolhido. Gritou ameaçador:-
  2. Alto lá! Não se mexa! Se não, leva bala! / Não fosse a escuridão, poder-se-ia ver o assaltante tremer da cabeça aos pés. Com voz gaguejante conseguiu falar:- Não me mate, por amor de Deus.
  3. Então! Por que entrou no meu quintal a essas horas da noite? Explique-se. Ou chamarei a polícia.
  4. Nunca roubei. Estou desesperado. Na minha casa estamos passando fome. Fui despedido do emprego. Estou sem dinheiro. Não vim roubar. Vim apenas pedir ou pegar alguma coisa para meus filhos. Perdoe-me! / Via-se claramente pelo tom da voz que o assaltante estava dizendo a verdade. Era realmente um ladrão inexperiente. / - Nesse caso bastava bater à minha porta. Assim,você me mata de susto. Venha cá. Vou arranjar-lhe alguma coisa.
  5. O homem levou mantimento para a família e a promessa de trabalho.
  6. Oração da Bíblia: Se teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer. Se tiver sede, dá-lhe de beber... (Rm 12,17-20)
  7. ORAÇÃO: Lembra-te, Senhor, dos pais sem emprego, das mães com a panela vazia, dos filhos rapando o prato vazio...Que haja mais partilha e menos acúmulo de bens. Mais cristianismo e menos egoísmo. 
 

Outros artigos