182 - REFUGIOU-SE NA SURDEZ
Ter, 06 de Junho de 2017 13:15

Existem pessoas que, inadvertidamente, se refugiam na doença para se defenderem de alguém ou de alguma situação desagradável. Um psicólogo narra um fato acontecido com ele - Entrou em meu consultório um homem alquebrado, pernas trôpegas, mãos trêmulas e... surdo. Enviuvara há poucas semanas. Depois de muitas perguntas, fiz mais esta:

  1. - Desde quando o senhor é surdo? Foi antes ou depois do casamento?
  2. - Bem depois do meu casamento.
  3. - Vivia bem com a esposa?
  4. - Era muito nervosa. Gritava muito comigo. Tinha uma voz aguda e enervante. Não tolerava minhas esquisitices de velho. Deus a tenha em bom lugar. Às vezes tive vontade de fugir de casa e procurar um canto mais silencioso. Tinha vontade até...
  5. - De ficar surdo, não foi?
  6. O pobre velho se refugiara inconscientemente na surdez para não ouvir os gritos da esposa. Tanto foi verdade que, após perder sua santa companheira de muitos anos, a audição foi voltando pouco a pouco.

Oração da Bíblia: Expulsem de suas vidas toda amargura, paixão e raiva. Não digam nenhuma palavra pesada e injuriosa. Afastem de seus corações toda malícia. Ao contrário, sejam bondosos e compassivos uns com os outros, e saibam perdoar como Cristo, perdoou vocês. (Ef 4,31-32)

ORAÇÃO: Senhor, quando a pobreza e a doença nos visitarem...tem piedade de nós! Quando a discórdia quiser desunir nossos lares...- Quando alguém da nossa família se desviar do bom caminho...- Quando a tentação do divórcio e da separação bater à nossa porta...- Quando chegar a nossa hora... tem piedade de todos nós!

 

Outros artigos