200 - A MANGUEIRA AGRADECIDA
Sex, 16 de Junho de 2017 18:37

Bertoldo sempre gostou de plantas, mas nunca pôde dedicar-se a elas de corpo e alma. Aposentado agora da profissão, foi cuidar do seu pedaço de chão.Conversava com as plantas e as acariciava. Sofria vendo alguém maltratar uma planta. Um dia, quando trabalhava no quintal, viu seu vizinho arrancar uma muda de manga e jogar no monte de lixo:- Que pena! Dê para mim essa muda./O vizinho passou-a pela cerca. Bertoldo pegou a plantinha, já murcha e triste, e replantou-a no seu pedaço de chão. Os transeuntes riam-se dele quando viam-no regando e acariciando aquele arbusto ressequido e quase morto. A poder de muita rega e muito amor, a planta se recuperou,cresceu, deu frutos e sombra.Anos mais tarde, quando Bertoldo se assentava junto dela, a mangueira agradecida parecia querer protegê-lo com os longos braços de suas ramagens, e cobri-lo com o manto de sua sombra amiga.

> Palavra de Deus: Não façais mal à terra, nem ao mar, nem às árvores, até que assinalemos sobre sua fronte os servos de nosso Deus... (Ap 7,2-3)

> > Oração:Peçamos ao Senhor em favor dos homens do campo que lidam de sol a sol para tirar da terra o seu sustento. Agradeçamos ao Senhor pela Mãe Natureza: O sol que nos aquece. As flores que alegram nossos olhos. As frutas que nos refrescam. Os cereais que nos sustentam. As águas que lavam, purificam e matam a sede.Denunciemos ao Senhor os que depredam a natureza, que maltratam e perseguem os animais, que contaminam e poluem a atmosfera com detritos químicos e nucleares. Que eles vejam o mal que estão fazendo para si mesmos e para as gerações vindouras.- Senhor, escutai a nossa prece. Amem!

 

Outros artigos