219 - O POBRE QUERIA SOMENTE ATENÇÃO
Seg, 10 de Julho de 2017 15:15

Duas mulheres passavam todos os dias diante de um pedinte para ir ao mercado. Assentado à beira na calçada, ele não olhava para ninguém, nem fazia gesto algum, a não ser, estender a mão descarnada aos passantes. Certo dia, um tanto intrigadas, interrogaram-se:

  1. - Por que tanta indiferença? Será que estamos agindo certo ao dar esmola para aquele infeliz?
  2. - Acho que devemos presentear mais seu coração do que sua mão. Vamos tentar mudar o tipo de esmola. Em vez de dinheiro, daremos uma flor, um aperto de mão.
  3. Passando por lá no dia seguinte, puseram-lhe na mão uma rosa perfumada. Desta vez o mendigo fitou a doadora, levantou-se com dificuldade, beijou-lhe a mão e foi embora.

Nos dias que seguintes não se viu mais o homem assentado na calçada. Teria mudado de ponto? Mas uma semana depois, lá estava ele no ponto costumeiro. As duas amigas ficaram encabuladas:- Do que terá vivido durante a semana, pois não o vimos mais pedindo esmola...- Viveu da rosa, concluiu uma delas.

> Palavra de Deus: Meu filho, dá-me teu coração. (Pr 23,26)

 

> > Oração:Senhor, ensina-me a fazer bem feito o que tenho que fazer. Jamais cair na rotina. - Não somente a doar alguma coisa, mas doar-me a mim mesmo.

- Colocar uma nota pessoal no trato com os outros. - Lembrar-me sempre que o reino começa aqui na terra. 

 

Outros artigos