228 - DELICADEZA DE MARIA
Qui, 20 de Julho de 2017 15:29

Um jovem padre norte-americano estava passando alguns dias no Santuário de N. Sra. de Lourdes, na França. De repente viu que não tinha dinheiro suficiente para pagar o hotel. Mesmo assim queria continuar a novena de orações que se propôs fazer. Confiou a Nossa Senhora sua situação difícil e se tranqüilizou.No quinto dia da novena o proprietário do hotel (aliás um hotel de 3ª. classe) apresentou-lhe a conta até aquele momento. O padre empalideceu. Sim, pagaria no último dia. A Mãe poderia dar um jeito. Mas, não era confiar demais? / No derradeiro dia ele continuava sem dinheiro. Seria citado perante o Consulado norte-americano e sujeitar-se às penas previstas. Foi à gruta e rezou com redobrado fervor. Eram dez horas da noite. Pouca gente ali. Alguém bateu-lhe amigavelmente no ombro:

  1. - Boa noite! O senhor sabe inglês e francês? Gostaria de acompanhar-nos até Paris sendo nosso intérprete? Somos norte-americanos e não sabemos nada de francês.
  2. - Sim, posso. Mas...
  3. O marido percebeu o embaraço do padre e acrescentou logo:- Pagaremos suas despesas de hotel e de viagem e gratificaremos seu trabalho. 
  4. Foi mais uma delicadeza da Mãe do céu. Esse caso aconteceu com Fulton Sheen, que mais tarde tornou-se pregador famoso, escritor e arcebispo de Nova Iorque.

> Palavra de Deus: Quem me ouve, não será confundido. Os que se guiam por mim, não pecarão. (Eclo 24,30)

> Oração:Piíssima Virgem Maria, jamais se ouviu dizer que ficasse sem consolo quem invoca vossa proteção e solicita vosso apoio...

 

Outros artigos