229 - COM ESPERTO, ESPERTO E MEIO
Sáb, 22 de Julho de 2017 22:10
  1. Certo camponês foi à cidade fazer compras no armazém e pediu ao dono que guardasse para ele uma quantia de dinheiro, pois ia viajar e não tinha onde depositá-lo:- Confio no senhor. Tenho medo de perder ou ser roubado no caminho. Passados alguns dias foi pedir o dinheiro. O homem se fez de desentendido. Não se lembrava de nada. Discutir não adiantava. O lavrador foi desabafar-se com um amigo muito experiente. Este o aconselhou a fazer assim: - Vá ter com ele e peça desculpa dizendo que, de fato, tinha entregue o dinheiro a outra pessoa. Depois volte com outra quantia e peça para guardá-la, pois deu prova de honestidade. Desta vez leve uma testemunha. Depois venha falar comigo.
  2. O camponês fez cara murcha diante de tal conselho. Perder mais dinheiro? Essa não! Mas o amigo insistiu, dizendo que seria a única saída. Ele foi e fez como o amigo havia sugerido. Passados alguns dias foi ter com o amigo: - Devo fazer o que, agora?
  3. - Volte lá e peça a quantia que entregou. Mas não leve a testemunha. Vá sozinho, ouviu?
  4. O dinheiro voltou para seu bolso sem dificuldade. Mas faltava a primeira quantia. O compadre o acalmou:
  5. - A primeira quantia voltará também. Vá ter com o negociante, desta vez com a testemunha, e exija a quantia que entregou na presença dele. Cairá na armadilha, com toda a certeza.
  6. O falsário entregou tudo, sem tugir nem mugir. O estratagema foi complicado, mas deu resultado. Antes assim com bons modos, do que com a força da lei.
  7.  
  8. > Palavra de Deus: Empresta ao próximo em sua necessidade. Quanto a ti, restitui ao próximo no tempo devido (Eclo 29,2-3).
  9. > > Oração:- Quando formos manipulados e explorados – ilumina-nos Senhor!
  10. – Sempre e em toda a hora – lembra-te de nós.
 

Outros artigos