234 - POBREZINHOS DE JESUS
Qui, 27 de Julho de 2017 05:50

Tiramos este trecho do diário do P. Ladislau, falecido há poucos anos, missionário abnegado e santo da Bahia: “Fui visitar seu João, 60 anos, morador da roça. Além de pobre, tem uma ferida braba no rosto. Antes de entrar na palhoça, a gente sente de longe o mau odor que exala da ferida. Pedindo forças ao Cristo, venço a natural repugnância e entro. Cumprimento amigavelmente o enfermo. Tem um chapéu de palha na cabeça, talvez para encobrir um tanto o rosto deformado. Um pano manchado de sangue e pus protege um pouco a chaga purulenta.Preparo Seu João e todos da casa para receber os Sacramentos. No momento de receber a santa hóstia ele retira o pano do rosto. O mau odor torna-se mais forte e penetrante, invadindo a choupana. Tem-se a dolorosa impressão de estar diante de um corpo em decomposição. É com dificuldade que a gente consegue introduzir na boca disforme a partícula consagrada.Juntos suplicamos ao Senhor Jesus a cura e o conforto. Conforme o meu costume, após dar o auxilio espiritual, deixo também alguma ajuda em roupas, gêneros e dinheiro”.

> Palavra de Deus: Dizei aos corações abatidos: Sede fortes. Não temais. Eis que vosso Deus vem para vingar-vos... (Is 35,3-4).

> Oração:Olhai, Senhor para vossos filhos que sofrem. Confortai-os. Que tirem proveito dos seus sofrimentos...Vem renascer na vida deles neste Natal!

 

Outros artigos