304 - O MÉDICO E O CALIFA
Dom, 10 de Setembro de 2017 17:09
  1. Certo dia o califa (autoridade muçulmana), disse ao seu médico:— Prepare um veneno fatal para os meus inimigos.
  2. Prometeu grande recompensa se obedecesse. E a prisão caso resistisse.O médico, fiel à sua missão, preferiu o cárcere.Após vários meses de cadeia, o califa mandou chamá-lo à sua presença e renovou a intimação. Desta vez deveria escolher entre obedecer e ser torturado:— O que você prefere? / — Queira me desculpar e compreender. Eu aprendi a arte de curar, e não de matar.
  3. A essa resposta firme e decisiva, o califa acenou para o carrasco torturador. Pressentindo seu fim, disse ainda o médico:— No dia do Juízo Deus há de me recompensar. Um sorriso do califa quebrou a tensão e desarmou os ânimos: — Jamais pensei em ferir meu médico particular. Quis apenas experimentar até onde vai sua honradez e fidelidade. Será recompensado já aqui na terra. Restituam-lhe a liberdade.
  4. > Palavra de Deus:Não gostamos de se tachados de desonestos. Mas... quantas vezes enganamos a nossa consciência!
  5. > Palavra de Deus: Deus submeteu Abraão a uma prova. Chamando-o, disse: "Toma teu filho Isaac a quem tanto amas, dirige-te à terra de Moriá e oferece-o ali em holocausto sobre o monte que eu te indicar". (Gn 22,1-12)
  6. > Oração:Senhor! Onde buscarei segurança para poder dizer: Eu sei? / Onde buscarei esperança para poder dizer: Vai ser? / Onde buscarei coragem para poder dizer: Eu vou? / Onde buscarei força para poder dizer: Eu posso? / Onde buscarei fé para poder dizer: Eu creio? / Onde buscarei amor para poder dizer: Nós? / Onde buscarei doação para poder dizer: Sim? / Somente em ti, Senhor, fonte de todo o bem e toda a graça.
 

Outros artigos