ENCONTRO MILAGROSO DA IMAGEM
Seg, 09 de Outubro de 2017 16:47

Em outubro de 1717, passando por Guaratinguetá o novo governador das Minas, Conde de Assumar, o Senado da Câmara mandou que alguns pescadores fossem conseguir peixes no rio Paraíba para o banquete do ilustre visitante e sua comitiva."Entre muitos, foram pescar Domingos Martins Garcia, João Alves e Felipe Pedroso com suas canoas.

Principiando a lançar as redes no Porto de José Corrêa Leite, continuaram até o Porto de Itaguaçu, distância bastante, sem tirar peixe algum. Lançando neste porto, a sua rede de arrasto, João Alves tirou o corpo da Senhora, sem a cabeça. Lançando mais abaixo a rede outra vez, tirou a cabeça da mesma Senhora, não se sabendo nunca quem ali a lançasse.

Guardou esta imagem em um tal ou qual pano, e continuando a pescaria, não tendo até então tomado peixe algum, dali por diante foi tão copiosa a pescaria em poucos lanços, que receoso, e os companheiros, de naufragarem pelo muito peixe que tinham nas canoas, se retiraram para suas vivendas, admirados deste sucesso" (Crônica fidedigna do encontro. P. José Alves Vilela 1732).

 

Outros artigos