331 - PLANTADOR DE ÁRVORES
Ter, 17 de Outubro de 2017 12:59

Elezeardo perdeu a esposa e, logo em seguida, o filho único. Desconsolado, deixou sua chácara, levando apenas cinqüenta ovelhas, e se estabeleceu numa região muito deserta.Na vizinhança havia poucas casas, todas em ruínas. Os moradores, sem ter o que fazer, matavam o tempo brigando e fofocando. Ele viu tudo e concluiu: Esta região vai virar deserto se nela não se plantarem árvores. Conseguiu milhares de mudas de carvalho, que foi plantando por onde passava. Três anos depois, havia plantado cem mil pés.Ao morrer, com 89 anos, deixou formada uma das florestas mais férteis da França.

O que aconteceu ainda? As inúmeras raízes que se ramificaram em baixo da terra, retendo as águas da chuva, fizeram brotar minas de água que foram formando riachos. Com a irrigação natural, surgiram os prados e as flores. Os pássaros voltaram a povoar a região. As palhoças foram reconstruídas. E a vida voltou onde reinava a desolação. O nome desse herói desconhecido é Elezeardo Bouffier (+1947).

> Palavra de Deus: Alegrem-se o deserto e a terra árida, regozije-se a estepe e floresça. Que ela floresça como a flor do campo... (Is 35,1).

> Oração: Senhor!: Em meio ao burburinho do dia agitado, dá-me a calma das altas montanhas. Alivia a tensão dos meus nervos, para poder ouvir a música do regato murmurante.

 

Outros artigos