334 - SANTO PADRE, VOLTE PARA ROMA
Sex, 20 de Outubro de 2017 18:23
  1.  Os Papas residiam na cidade francesa de Avinhão desde 1305, devido a pressões políticas. Não era bom assim. O povo de Roma exigia sua volta, mas os franceses não os deixavam sair. Papa Gregório XI está abatido e triste. Pressionado de ambos os lados, não sabe o que fazer. Precisa de uma palavra amiga, de um conselheiro sincero. Mandou chamar Irmã Catarina, conhecida pela sua franqueza e coragem. Ela entrou na sala, humilde e tranqüila. Ele começou: — Prezada Irmã, é verdade que suas mãos caridosas cuidaram dos enfermos durante a última epidemia? Contam que você cuidou de uma leprosa, totalmente carcomida pela doença, e acabou se contagiando também...— Sim, Santo Padre. Mas sarei. Havia muita gente que precisava de mim.— Contaram-me também que você conseguiu de um condenado à morte, a reconciliação com Deus e com os homens. Morreu perdoando. Suas últimas palavras foram: "Jesus e Catarina". É verdade?
  2. Catarina abaixou a cabeça e sorriu. Depois o Papa continuou:— Você consolou e ajudou exilados, empestados, famintos e encarcerados. Não tem também uma palavra de conforto para este pobre servidor da Igreja? Estou tão atribulado e desnorteado.— Santo Padre — disse Catarina com ternura e firmeza — só existe um caminho: O caminho de volta para Roma. Então haverá paz no seu coração e no coração da cristandade.
  3. O Papa permaneceu longo tempo mergulhado em profundo silêncio. Depois, erguendo a cabeça, disse com voz sumida:— Sim, voltarei para Roma.Dia 17 de janeiro de 1317 Gregório XI fazia sua entrada em Roma.
  4. > Para refletir: — O diálogo respeitoso consegue tudo
  5. > Oração: — Senhor da minha vida, dia após dia ficarei diante de ti, face a face! — De mãos juntas, ficarei diante de ti, Senhor de todos os mundos, face a face! — Neste mundo que é teu, no meio das fadigas, do tumulto, das lutas da multidão agitada, hei de manter-me diante de ti, face a face! — E quando minha missão neste mundo estiver terminada, só e no silêncio, estarei diante de ti, face a face (R. Tagore). 
 

Outros artigos