31 de OUTUBRO - O BURRO EMPACADO
Seg, 30 de Outubro de 2017 16:56

 Certa vez um homem saiu puxando um burro bem carregado. O pacato animal seguia vagaroso pela estrada de roça, quando chegaram a uma ponte estreita. O burro pisou cautelosamente, cismou e empacou no meio. Não queria continuar a travessia, por mais que o camponês o puxasse pelas rédeas ou empurrasse pela traseira. Todas as táticas conhecidas para fazê-lo caminhar foram baldadas. Parecia estar pregado no chão da ponte. Além do mais, impedia a passagem dos que desejavam atravessar. Muitos que chegavam ofereciam-se para ajudar, forcejando e empurrando, mas o burro continuava impassível. Quanto mais o empurravam para frente, mais ele se atracava no chão. Por fim chegou um homem com nova sugestão:— Posso tentar também? - O dono disse que sim, embora sem nenhuma fé. O homem agarrou o burro pelo rabo e puxou-o vigorosamente para trás. - Para surpresa e espanto de todos, esse puxão produziu efeito contrário. O teimoso avançou para a frente. De uma só arrancada, acabou de atravessar a ponte.

> Para refletir: Às vezes, para conseguir alguma coisa de algum teimoso, é preciso pedir o contrário do que se deseja.

 

Outros artigos