O EXEMPLO DO JOÃO-DE-BARRO
Sex, 10 de Novembro de 2017 17:57
  1. Pegou fogo na floresta. As labaredas se alastravam mais e mais, impelidas pelo vento. As árvores retorciam-se de dor, feridas pelo fogo devorador. Os pássaros fugiam alvoroçados, temendo morrer sufocados pela fumaça ou queimados pelas labaredas impiedosas.No meio desse pânico terrível foi visto um joão-de-barro que ia e voltava.
  2. — O que está fazendo aquele tontinho? — perguntavam entre si as aves que fugiam.
  3. Ele respondeu afobado:— Estou trazendo água do ribeirão para apagar o fogo.
  4. — Bem se vê que é tonto mesmo. Onde se viu um passarinho apagar esse fogaréu?
  5. — Estou fazendo a minha parte. Se todos fizessem a sua, quem sabe se a gente conseguiria...
  6. O joão-de-barro continuou transportando água no seu biquinho.

> Para refletir — Uma andorinha não faz verão. Mas a união faz a força. Para apagar as labaredas do mal, só mesmo com o testemunho e a união.

> Palavra de Deus: Disse Jesus (aos discípulos):— A messe é grande, e os trabalhadores, poucos. Ordenai, pois ao Senhor das plantações que mande operários para a sua colheita (Lc 10,2).

 

Outros artigos