378 - MORREU AO LADO DA SALVAÇÃO
Ter, 05 de Dezembro de 2017 23:29

Foi no começo deste século, tempo das grandes imigrações para o novo mundo. Um rapaz deixou sua pátria e veio para a América, em busca de vida melhor. Sonhava encontrar riqueza fácil. Mas enganou-se. Lutou duramente contra a ganância de alguns e a exploração de muitos. Foi explorado e abusado.Passou dias seguidos sem se alimentar e sem se resguardar do frio, e adoeceu. A tuberculose apoderou-se daquele organismo debilitado.Seus pais recebiam notícias alarmantes através de conhecidos que voltavam. O pai compadeceu-se da situação desesperadora do filho e mandou-lhe uma carta, oferecendo-se para ajudá-lo:— Estamos preocupados com você, pois não manda notícias. Mas ficamos sabendo que está passando aperto... Volte para casa. Perdoamos tudo o que fez. Estamos mandando uma ajuda para você tratar da sua saúde...O rapaz recebeu a carta, mas teve medo de abri-la. Pensou encontrar censuras e ameaças pelas desobediências e imprudências praticadas. Fechou-se no quartinho escuro que alugara, escondeu-a embaixo do travesseiro e deitou-se. Estava tossindo e com muita febre.Amanheceu morto. Morrera, deitado em cima da carta salvadora.

> Para refletir:— Vivemos a um passo da eternidade, feliz ou infeliz. 

 

Outros artigos