392 - O CASAL E O PAR DE CHINELOS
Ter, 02 de Janeiro de 2018 16:06

 Estavam casados de pouco. Tudo era bonito. Era tudo maravilhoso.A mulher labutava em casa, entretida no serviço doméstico, entre cantigas e saudades do marido, que ia para o serviço, aquecido pelo seu beijo carinhoso. Quando o marido voltava, pressuroso e alegre, o cachorro (estranhando ainda o novo dono), recebia-o com latidos mostrando os dentes, enquanto ela se apressava em vir com os chinelos para ele descansar os pés doloridos. Os anos foram se escoando. Passou a lua-de-mel. Passaram os primeiros encantos. A vida daquele casal entrou na crise de todos os casais, e caiu na rotina. Quando o marido regressava do serviço, ela o recebia mostrando os dentes, enquanto o cachorro corria ao encontro dele com o par de chinelos na boca. Intrigado, o homem foi consultar um famoso conselheiro e orientador matrimonial:— Mestre, não entendo o que está acontecendo no meu casamento. Nos primeiros meses de casado, minha mulher me recebia todos os dias com os chinelos na mão para eu descansar os pés, e nosso cachorro me mostrava os dentes. Hoje acontece o contrário. O cachorro corre para me entregar os chinelos, e a esposa me recebe rilhando os dentes. Como explicar essa mudança de atitudes do cachorro?

— Muito simples, respondeu o conselheiro. Houve apenas troca de papéis. Você começou a tratar bem o cachorro e a maltratar sua esposa.

 

 

Outros artigos