403 – O RICO AVARENTO E A VAQUINHA
Dom, 14 de Janeiro de 2018 10:13

Certa vez um porco escapou do chiqueiro e foi se desabafar com a vaca que estava pastando ali por perto: “Vaquinha querida, sinto-me tão desprezado. Eles falam tão bem de você e tão mal de mim. Dizem que sou um porco sujo, imundo, mas se esquecem que forneço carne, presunto, lingüiça, banha.. para todos, etc.”. E você, querida vaquinha, dá somente um pouco de leite, e todos ficam gabando e paparicando você, acariciando seu pelo, abraçando seu pescoço. Não é ciúme que sinto, mas injustiça”. A vaca abaixou a cabeça e respondeu mansamente: “Talvez seja porque forneço meu leite todos os dias, enquanto estou viva... E você, caro porquinho, faz tudo isso... só depois que morre”.- O porco entendeu tudo e voltou para o seu chiqueiro sem dizer mais nada.

Oração: Senhor, o que adianta deixar para os outros o que não podemos aproveitar e consumir quando em vida? - Que adianta dar para os pobres o que iríamos jogar no lixo? - Que adianta oferecer minha velhice para Deus, depois que esbanjei minha juventude? Faze-nos menos egoístas, menos interesseiros e mesquinhos. Amém! (Do livro “Pequeno devocional de Deus”)

 

Outros artigos