461 - O ESPELHO E A MADAME
Sáb, 20 de Janeiro de 2018 04:10

Estava havendo uma exposição de quadros famosos numa grande capital. Eram muitos os visitantes, quase todos pertencentes ao mundo da cultura e da arte.Entrou uma visitante bem-vestida, com ares de sabichona. Logo na entrada criou problema com um quadro que viu na ante-sala: Vejam só este quadro, disse a um dos guardas. Que coisa horrorosa! Que feiúra! Se o primeiro quadro é assim, o que será dos outros? / O guarda respondeu, com um sorriso malicioso que não conseguiu esconder: A senhora me desculpe. Mas esse quadro não é pintura. É simplesmente um espelho para quem precisar servir-se dele.

Falando com Deus: Senhor, quando chegarei a este ideal: Não aumentar a carga do outro. Não me julgar superior aos outros...— Transmitir segurança e coragem aos que me rodeiam... sempre esperar contra toda a esperança...A oferecer meu ombro a quem quiser apoio... dar a mão ao desfalecido... nunca decepcionar ninguém.

Ouvindo a Palavra: Ponham em prática a Palavra e não se contentem com ouvi-la apenas, enganando-se a si próprios. Pois quem ouve a Palavra sem pô-la em prática se parece com um homem que observa seu rosto num espelho. Mal ele se olhou, vai embora e logo esquece como era (Tg 1,22-24).

 

Outros artigos