466 - OS ERRADOS SÃO OS OUTROS
Ter, 23 de Janeiro de 2018 15:05

Aquele rapaz era de trato difícil mesmo. Perturbava todo mundo, criava problemas com todos. Mas sempre tinha razão, por mais evidente que não tivesse. Os culpados eram sempre os outros.Houve um encontro de jovens naquela comunidade. Diversas pessoas, inclusive os pais, aconselharam-no a inscrever-se também. Talvez esse retiro o ajudasse a mudar o jeito de tratar os outros. Ele respondeu que não precisava de retiro nem de conversão. Quem estava precisando disso eram os outros.Após muita insistência e muita bajulação, acabou indo. Falou-se muito da boa convivência, da tolerância mútua, etc. O clima na sua comunidade ficou menos carregado. Alguém perguntou ao rapaz de trato difícil: - Que tal agora? Você ficou mais manso?-- Eles é que aprenderam a me tratar melhor. - Talvez num segundo retiro, ele acabaria se convencendo que o errado era ele mesmo.

Ouvindo a Palavra: Por que observar o cisco que está no olho do seu irmão, se você não enxerga nem a trave que está no seu olho? Como tem coragem de dizer ao irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, sendo que você tem uma trave no seu? Hipócrita! Tire primeiro a trave do seu olho e então enxergará o suficiente para tirar o cisco do olho do seu irmão (Mt 7,3-5).

 

Outros artigos