627 - OS ANÔNIMOS DA SOCIEDADE
Sáb, 07 de Abril de 2018 14:26

Certa tarde o famoso sábio e teólogo, P. Öttinger, olhava pensativo para os quintais da vizinhança, quando alguém lhe perguntou no que estava pensando. Respondeu:— Penso nessas pobres mulheres labutando o dia inteiro no tanque de roupa e nos afazeres domésticos. Muitas nem sabem ler, mas conhecem a Deus melhor do que nós. Nosso lugar no céu será mais alto do que o delas? - Quanta gente trabalha anonimamente, sem ouvir uma palavra de atenção! Uma senhora casada, após vinte anos de dedicação incansável, sem nunca ter recebido uma palavra de reconhecimento, desabafou-se uma vez: “Tenho tentação de dar ao meu marido a comida do cachorro para ver se percebe o que tenho feito por ele”. A expressão foi muito forte, mas traduziu a realidade crua de todo um passado.Conheci um rapaz que, de tão delicado, pedia desculpas a quem pisava no seu pé. Conheci outro de mão tão pesada que, quando abraçava “delicadamente” uma criancinha, deixava-a chorando de dor. Evitemos também esses dois extremos.

Palava de Deus:Quanto a vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem (2 Ts 3,13).

 

 

Outros artigos