A ULTIMA JORNADA DE PAULO
Qui, 28 de Junho de 2018 14:26

: Paulo sabia que lhe restava pouco tempo. Pela última vez o destemido apóstolo, como verdadeiro embaixador do Céu, foi levado perante Nero para o seu último julgamento. Depois de ter levantado perante o imperador o estandarte de Jesus Cristo, Paulo foi levado de volta ao cárcere e dias depois condenado à morte. Finalmente, o condenado foi içado do fundo da prisão. Da prisão Mamertina, próximo do Capitólio, a pequena escolta rumou ao local da execução chamado "Tre Fontane", já fora dos muros da cidade, a seis quilômetros de Roma onde, segundo a tradição, o apóstolo foi executado.

Visitamos esse sítio silencioso onde os seus lábios calaram-se para sempre. Dentro da capela que há naquele local, está um quadro de mármore esculpido em alto relevo no qual o artista procurou retratar os últimos momentos da vida desse grande apóstolo. Ali está Paulo ajoelhado, mãos amarradas para trás e a cabeça apoiada sobre um cepo. Atrás está um personagem demonstrando piedade; do outro lado estão os soldados e no centro está o carrasco, com uma das mãos segurando a cabeça do mártir e na outra a espada, na posição de executar a sentença. O santo tem os olhos como que voltados para o grande além, não demonstrando terror nem qualquer dúvida, mas esperança e certeza. Que cena comovente!

Obs.: A festa litúrgica de S. Pedro e S. Paulo é celebrada no 1º Domingo de Julho.

 

Outros artigos