714 - MESMO ASSIM, EU A QUERO BEM
Ter, 03 de Julho de 2018 20:50

A mãe estava muito atarefada, quando chegou a filha da escola. Alegre foi ao encontro dela para abraçá-la. Mas a mãe, nervosa e contrariada por outros motivos, deu-lhe um empurrão. A menina se afastou e foi para o quarto, guardar os apetrechos de escola e trocar de roupa.Minutos depois a mãe, arrependida do seu gesto brusco, pediu desculpas para a filha. Esta respondeu mansamente:- Mesmo assim eu a quero bem. Tinha trazido um buquê de flores escondido atrás das costas para lhe ofertar, mas perdi a coragem. Mãe, eu entendo. Eu a quero bem, mesmo assim.E se abraçaram longamente.

 

Outros artigos