7 DE JULHO – A CAMPONESA DIANTE DO FILHO PAPA
Sex, 06 de Julho de 2018 22:15
O Papa São Bento XI (1240-1304) era filho de uma mulher da roça. Certo dia sua mãe foi visitá-lo em Roma. Chegou vestida como as camponesas se  vestiam naquele tempo: um grande lenço na cabeça, um longo vestido rodado, chinelos nos pés e a cesta no braço com a merenda e os pertences da viagem.Os mordomos do Vaticano acharam que seria contra a etiqueta, apresentar-se diante do Papa com aqueles trajes roceiros. Era melhor que ela se vestisse conforme o cerimonial prescrito para as audiências papais. A pobre mulher assim fez, e assim compareceu diante do filho. O Papa estranhou aquelas roupas mais esquisitas, e perguntou aos secretários:- Esta é minha mãe, que vocês anunciaram? Mas... ela sempre se vestiu como uma mulher da roça. Ela nunca se enfeitou. Vocês não estão enganados? Os secretários, desapontados, levaram de volta a mãe do Papa a fim de que trocasse tudo e se apresentasse do jeito que viera. Quando voltou para a sala de audiências, vestida como uma roceira, o Papa abraçou-a e beijou-a efusivamente dizendo: - Esta sim, é minha mãe!  Bento XI governou a Igreja durante apenas um ano. Distinguiu-se pela mansidão de caráter, pureza de vida e piedade.
 
- Que lição para os que têm vergonha de seus pais, depois que se formam à custa deles. 
 
 

Outros artigos