A ORAÇÃO DA PANELA
Qui, 09 de Agosto de 2018 15:34

: Sou um simples panela, velha e sem luxo, encostada e esquecida na prateleira da despensa, depois de preparar as iguarias do banquete. Depois me largam e me  escondem na despensa. Nunca vou á mesa dos convivas, para não desvirtuar o brilho da festa.Assim é minha vida. Não tenho brilho, não tenho luxo. Depois de usada, sou encostada.Mesmo assim, sinto-me realizada. Faço com carinho o que me pedem. (Participei simbolicamente com meu calor do martírio de São Lourenço).- Fonte: Almanaque de S. Antônio, 2017)

 

Outros artigos