QUASE UM LADRÃO NA NOITE DE NATAL
Sáb, 22 de Dezembro de 2018 17:05

Foi numa pequena cidade do interior, há muitos anos. As famílias estavam se arrumando para ir á Missa do Galo à meia noite (como se dizia antigamente). Um velho, com um saco às costas e um bastão, caminhava pelas ruas semi-desertas e deteve-se diante de uma janela aberta. Bateu palmas. Uma senhora bastante idosa veio atendê-lo: - Minha senhora sou um pobre andarilho quem nem casa tem. Queria pedir-lhe ao menos um bocado de pão....- Sim, sim! Hoje é Natal. Ninguém deve dormir na rua.Recolheu o homem e pediu que se assentasse na sala, enquanto iria preparar alguma coisa quente para ele na cozinha. Entrementes, o homem passou a sondar o ambiente. Objetos de valor aqui e ali, e até um dinheiro num canto da mesa. NInguém em casa, a não ser a velha inofensiva...Teve um pensamento sinistro. Pegar o que pudesse, e sair às pressas. Nesse instante o sino da igreja tocou e ele se lembrou que ia começar a missa de Natal. Que crime horrendo iria praticar, justamente nessa noite santa. Seria uma profanação do Natal e uma ingratidão para com a bondosa velhinha. Afastou imediatamente aquele mau desejo e mudou de semblante. Nisso a viúva voltou para a sala com o alimento preparado, dizendo: Devo ir para a missa. O senhor quer ir também? - Eu também vou com Você respondeu ele, convertido pelo clima do Natal.

 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png