8 - O AMOR ACABOU, MAMÃE?
Ter, 11 de Junho de 2019 15:17

Dona Clarinda está costurando. As crianças brincam no quintal. Silêncio dentro da casa. Só se escuta o taralhar da máquina de costura naquela tarde parada. Pronto! Mais uma blusinha. Faz parte do enxoval do nenê que ela está esperando. Mas o semblante de Clarinda traduz tristeza, desânimo, preocupação. Tem quatro filhos. E agora mais um... Nesse tempo de carestia... Marido trabalhando fora. Quase desempregado...Súbito, no silêncio da tarde e da sala, ela escuta nitidamente uma vozinha que sai tímida e chorosa do seu ventre:- Mamãe, para mim não sobrou nem um pouco de amor?Dois meses depois nascia o Julinho, acolhido com amor por todos da família. A reserva de amor ainda era grande.> ORAÇÃO – Senhor, obrigado pelos filhos que nos deste. Abençoa-os como um dia abençoaste as criancinhas. Amém!

 

Outros artigos

Animação

http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png