REDENTORISTAS EM SOROCABA
Sex, 19 de Outubro de 2012 16:01
A Congregação do Santíssimo Redentor (C.Ss.R) chega à Sorocaba através da Igreja e do Seminário São Geraldo Majella, localizados no jardim Lopes de Oliveira, inaugurados em 2011. O prédio da igreja,  tem capacidade para acolher cerca de 600 pessoas.
O Seminário São Geraldo Majella acolhe os futuros Missionários Redentoristas que escolheram a vocação à Vida Religiosa e se preparam para serem Irmãos Redentoristas. As atividades dos Irmãos, além das obrigações religiosas, podem ser técnicas ou profissionais em diversas áreas, conforme as aptidões de cada um.
A Congregação do Santíssimo Redentor está presente na Arquidiocese de Sorocaba desde 1936, na cidade de Tietê, quando deu-se o início do Seminário Santa Teresinha, onde os Redentoristas cursavam Filosofia e Teologia. No ano de 1966, essa casa de formação mudou a finalidade e passou a acolher o Noviciado Redentorista e a equipe miossionária.
 
Celeiro de vocações
 
Os Redentoristas encontraram em Tietê e região, um rico seleiro de vocações sacerdotais e religiosas. Hoje, somam mais de 50 Missionários nascidos nessas terras: Tietê, Cerquilho, Sorocaba, Porto Feliz, Piracicaba, Tatuí, Boituva. Nos primórdios do Seminário Maior de Tietê, inúmeros sacerdotes redentoristas foram ordenados pelo bispo diocesano de Sorocaba, Dom José Carlos de Aguirre, que ficou conhecido como o bispo que com mais idade e que por mais tempo governou uma diocese. Também foi o que mais ordenou sacerdotes: foram 48 padres seculares e 230 religiosos, totalizando 278.
 

Outros artigos